terça-feira, 14 de outubro de 2008

Turquia - Parte 7

Dedico a penúltima postagem sobre a viagem que fiz à Turquia para falar de uma rápida visita às ruínas da cidade de Tróia. O local estava próximo à nossa rota de estudos. Por isso, "esticamos" nossa viagem para conhecer um pouco do vasto universo da mitologia grega.

O pouco que pretendo falar nessa postagem carece de pesquisa mais séria. Como sabem aqueles que acompanham esse blog, minha área de estudos é bem diversa dessa sobre a qual falaremos. Partilharei apenas informações colhidas em alguns livros com os quais tive contato. Se você, leitor, conhece melhor o assunto, pode acrescentar ou mesmo corrigir alguma informação, deixando um comentário ao fim da postagem.

Afinal de contas, o que é lenda e o que é verdade sobre tudo o que se diz dessa famosa cidade? Até onde pude me informar, pouca coisa ou quase nada se sabe com segurança sobre Tróia e sua história. O que se conhece é a famosa obra Ilíada, poema épico grego atribuído a Homero, que narra os acontecimentos dos últimos tempos da Guerra, ao final da qual, Tróia é conquistada pelo uso do Cavalo de Tróia.

Mas quem foi Homero? A resposta também parece ser incerta: teria sido um poeta grego do século VIII a.C., cujos escritos são considerados a mais antiga obra ocidental conservada até os dias de hoje. São a ele atribuídas as famosas obras de Ilíada e Odisséia, ainda que pairam muitas discussões sobre a verdadeira autoria de algumas partes delas.

Ilíada influenciou fortemente a cultura clássica, sendo considerada o marco inicial de toda a literatura ocidental e, por isso mesmo, uma das mais importantes obras literárias do mundo. O escrito trata da ira de Aquiles (semi-deus da mitologia grega, considerado o mais valente guerreiro que já existiu) causada por uma disputa com Agamenon, comandante dos exércitos gregos em Tróia.

Ainda que os gregos antigos acreditassem na veracidade histórica da guerra de Tróia, estudos modernos colocam em dúvida até mesmo a existência da cidade. Alguns defendem que Tróia e toda sua empolgante história seja realmente uma criação lendária. O sítio arqueológico, na região da Anatólia, na Turquia, é fruto de escavações do século XIX que revelaram várias cidades construídas, uma em sucessão a outra, ao longo de muitos anos. Uma das cidades arqueológicas (conhecida por Tróia VII) corresponderia ao ambiente narrado na obra de Homero.

Abaixo, seguem algumas poucas fotos das ruínas. A gente se vê amanhã, quando por fim, falaremos da cidade de Istambul e sua importância para toda a História.

Com afeto salesiano
Pe. Mauricio Miranda.


Entrada das ruínas de Tróia

A parte mais antiga de todas as escavações. Essas ruínas remontam a mais de dois mil anos de história...

Monumento ao Cavalo de Tróia, capítulo fundamental na conquista da cidade, conforme se lê na obra de Homero.

2 comentários:

  1. deviam escavar mais essa cidade . eu sou um historiador portugues e ja descobri alcumas citania monumentos e outras coisas e tenho quase a certesa que isso é troia

    ResponderExcluir
  2. filoebc@hotmail.com9 de abril de 2012 20:46

    Boa noite, também estudei num Colégio de freiras, as Irmãs salesiano no Colégio de São João Bosco, neste momento estou a fazer um Mestrado em Ensino, e um dos temas é a Obra de Ulisses, só posso dizer que o seu Blog ajudou-me muito, quanto ás fotografias e ao texto, muito obrigada e desculpe o abuso de mostrar suas fotos recolhidas pelo senhor aos meus alunos.
    Meu email é filoebc@hotmail.com, sou professora 1º e 2º ciclo e sou Portuguesa.
    Até breve
    Filomena Gonçalves

    ResponderExcluir